Sunday, September 20, 2009

Hoje, consagro-me ao meu Mundo...


Um gosto especial…
Tenho um desejo e um gosto pessoal
Algo que não é muito comum e muito usual
Quero, desejo e almejo, pintar o mundo com todas as cores do céu
Quero pintar o mundo com as cores que o vento me dá
Desejo pintar algo que a humanidade preservará
Um mundo de justiça, um mundo de paz, um mundo de amor
Um mundo de perfeição, onde não reinem o ódio nem a dor
Almejo o dia em que o possa fazer
Almejo o dia em que veja este meu desejo nascer
Mas ás vezes penso, será que o mundo merece que um homem se transcenda para tal
Tenho para mim que sim, tenho para mim que é o ideal
Nada me importo de sofrer para este mundo ver crescer
Desejo o melhor para todos e para tudo
Desejo que as crianças se desenvolvam numa visão de futuro
Quero ver os nossos queridos idosos serem docemente respeitados
E a eles lhes agradeço de a nós, nos terem acarinhado
Quero ter a felicidade mundial como objectivo
E para isso tenho de ser forte, para isso tenho de ser incisivo
Para um mundo feliz ver, para sentir que valeu a pena viver…
João Paulo S. Félix

1 comment:

Cristina Bernardes said...

Passei para ler este teu poema...Beijo