Sunday, December 11, 2011

Pétalas ao vento... lançadas com sentimento...



Pétalas ao vento… lançadas com sentimento…
Ao teu encalce fui para contigo estar
Estar e para contigo a tarde poder desfrutar
Uma tarde de amor, paixão, êxtase e de emoção
Quis, como forma de pontuar a tua tarde, regalar-te com intenção
Intenção e com um forte apelo do coração
Ofereci-te uma flor
Singela, simples mas cheia de valor
Uma flor que tu cheiraste, observaste, enalteceste e beijaste
Uma flor: sinal do nosso amor…
Avançamos mais no nosso caminhar
No nosso caminhar, na nossa jornada de fascinar
Até ao ponto mais alto da praça chegarmos
E de lá tudo avistarmos
Fui então…
Que de ti brotou uma decisão
Uma decisão feita atitude
Atitude que ao início considerei rude
A de a flor voltares a beijar e a aromatizares
Com a tua essência… e… as pétalas da mesma foste arrancar
Mas depois para mim vieste: vieste para me beijar
E ao ouvido segredar…
Amor: tal fiz para ao mundo mostrar
E para que as pétalas possam espalhar
O nosso sentimento por todo e qualquer lugar
Para que quem as veja
Da sua mera altivez possa querer almejar
Tal conjunto de sensações vivenciar
Para extasiado no amor ficar
E dele jamais se querer apartar
Amor feito bonança
Amor cheio de confiança
Que foi ao mundo desvendado
Pelo teu acto de lançamento
Fruto do teu momento
Momento de relevação
Do nosso amor: da nossa sublimação…
João Paulo S. Félix

1 comment: