Thursday, November 27, 2008

Porque a dança pode ser mágica...


Dança de interesses…

Baila, baila, baila ainda mais
Baila com os teus passos fenomenais
E dança, dança dança à minha frente
Para desfrutarmos do presente
Relembrando o nosso glorioso passado
Que foi visto, sentido e amado
E que se mantém até à actualidade
Sendo para nós a nossa mais bela realidade
E encanta-me, encanta-me ainda mais
Porque nós não somos normais
Pelo facto de vivermos esta relação
Que não tem conjugação com a razão
Mas que se prende e se amarra ao coração
E suaviza, suaviza
Suaviza os teus gestos e movimentos
Que transparecem os teus sentimentos
Que figuram nos meus pensamentos
Pensamento que de amor não carece
Por viver numa dança de interesse.

João Paulo S. Félix

6 comments:

Jo said...

Muito bem, para não variar (eu acabo a dizer isto vezes sem conta porque realmente os teus poemas encantam) *,)
Gostei especialmente das repetições e da forma como puseste os versos a rimar...

Parabéns, mais uma vez!

Anonymous said...

sim tens razão adorei e vejo que andas a voltar a ter esperança no amor ainda bem é bom mesmo muito bom, vá força e continua bjo

Pirilampa said...

:D
esta lindo joao:P
mesmo lindo:D
parabens:)


bjinhos adorot e:P

Cristina Bernardes said...

A vida é uma dança: escolhemos que género queremos bailar.
"Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz... Que nas suas primaveras você seja amante da alegria. Que nos seus invernos você seja amigo da sabedoria. E, quando você erar o caminho, recomece tudo de novo. Pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida."
Augusto Cury, Dez Leis para ser feliz.

Beijinhos...mais uma vez adorei o poema.

Anonymous said...

João lindo poema!!!
Beijos Gisele

Anonymous said...

João lindo poema!!!
Beijos Gisele