Thursday, May 11, 2017

Encantos de uma noite de chuva...


Encantos de uma noite de chuva…
Chove de modo copioso
Chove neste maio virtuoso…
Em natureza e em naturais realidades
Como as cerejas, nas flores e as telúricas paisagens…
Chove e ouço chover
E dou por mim a relaxar e a deixar discorrer…
O pensamento
O sentimento…
Sentimento de nós e sobre nós
Sobre o que fez ter a mesma voz…
O mesmo sentir
O mesmo pensar, o mesmo agir…
Penso na felicidade de te amar
A ti: ser que me veio um dia a fascinar…
A fascinar e a sublimar
A sublimar e a destacar..
Neste mundo feito humanidade sem cessar
Penso em ti como razão do meu despertar…
Como sendo motivo do meu acalentar
A vontade e o desejo…
De de ti sentir o nosso beijo
O nosso toque, a nossa cumplicidade…
Sem tempo, sem religião, sem idade
Viver do sentimento nosso no hoje na realidade…
Penso em ti e a chuva vai caindo
E o que nos une sempre interagindo…
Comigo e com a minha memória
De cada nossa ocasião, de cada pedaço da nossa história…
Que bom pensar no ontem que se quer no hoje viver
Porque és tu razão do meu ser…
Do meu ser feliz e realizado
Do meu ser completo e ligado…
A esta vida onde vivemos
O nosso amor que sempre quisemos…
O amor que sempre desejamos
O sentimento que sempre sublimamos…
O que sempre nos uniu
Sendo muito mais forte do que o que sucumbiu…
Um sentimento que muito ultrapassou
E neste nosso único coração acampou…
E nos mesclou e assentou… de modo mais perfeito do que numa mão uma luva
Tudo pensado à luz dos encantos… Dos encantos de uma noite de chuva…

João Paulo S. Félix 

No comments: