Wednesday, June 23, 2010

A força de um impulso...


A força de um impulso…
Tive um impulso nocturno, um impulso forte, um impulso poderoso
Um impulso determinado, um impulso glorioso
Que do meu leito me arrancou e para a rua me atirou
Atirou-me à tua procura, à tua procura por ruas, bairros e becos
Nos quais soltei brados com o teu nome com os quais recebia os seus ecos
Corri o máximo que pude para te tentar encontrar
Para te encontrar: para te abraçar
Para te abraçar, para te tocar, para te beijar
Para te poder ter junto de mim, para te poder não mais apartar
Confesso o já não poder viver sem si, o já não poder ficar sem pensar em ti
Preciso de ti para poder sentir que preciso de mim
Preciso de ti para poder ver que a vida não tem fim
Amo-te, venero-te, idolatro-te
És o meu maior manancial
Um ser divino, uma pessoa especial, um mito imperial
Que me faz sair deste planeta terra normal
Para contigo voar: voar mais além, para realizado ficar e me converter num ser imortal
Porque quem ama; que ama não morre, que ama não sucumbe
Quem ama sempre proclama
A boa nova da paixão, a boa nova do coração
Que faz do ser amado: Um ser elevado, um ser sublimado…
João Paulo S. Félix

1 comment:

A Escafandrista said...

gostei das postagens do blog. parabéns.