Thursday, May 20, 2010

Um passeio fascinante no campestre jardim refrescante...


Um passeio fascinante…
Corri pelo campestre terreno de forma feliz e realizada
Sem pensar em problemas, sem pensar em mais nada
Corri com o semblante sorridente
Semblante mais sorridente do que o sol resplandecente
Deixo os tormentos de lado e sinto a natureza em mim
Sinto a beleza das flores, o encanto das árvores, o aroma do jasmim
Deixo-me perder pelo tempo, deixo-me levar
E começo pelo campo a divagar, pelo campo a caminhar
E a tudo contemplar de forma querida, bela, terna, fascinante
Bebendo em tudo a energia para viver e um néctar de magia refrescante
Que me faz na vida pensar e neste mundo concentrar
Pensando em tudo o que ele nos tem para mimosear
Todas as plantas, todos os arvoredos, os belos cânticos dos passarinhos
Nas espécies animais que tratam suas crias com carinhos
Penso também nos casais que por esses campos deambulam
E nas trocas de amor que neles efectuam
Nos beijos trocados, nas carícias ofertadas, nos trilhos feitos de mãos dadas
Que tornam os casais: pessoas sublimadas, pessoas encantadas
Pela magia do amor, que a natureza lhes dá em doação
Doação de brilho, doação de ternura, doação de amor, doação de paixão
Que tranquiliza quem ama: em cada ser; em cada coração…
João Paulo S. Félix

2 comments:

isa said...

Simplesmente lindo...

Marisa Tavares said...

Lembro-me deste texto poeta!!!!És um verdadeiro escritor!!!!Consegues fazer sentir-nos parte do texto, independentemente do teu motivo/fonte de inspiração! Ainda inspiro a mesma sensação!!!!Remete-me para um lugar e momento muito especiais!!!!Escrita mágica!!!!!!1000% de dedicação :) tua 1000% de admiração minha tal, como no primeiro dia que abri este blogue numa das minhas pesquisas!!!!Parabéns!!!!